jornaleconomico.sapo.ptjornaleconomico.sapo.pt - 8 nov 16:00

"Restrições da pandemia limitaram atividade", afirma ASAVAL

"Restrições da pandemia limitaram atividade", afirma ASAVAL

No dia em que a entidade comemora dez anos de existência, o responsável sinaliza que, a manter-se o interesse dos investidores estrangeiros em Portugal, esse poderá ser um fator importante na retoma da economia.

Fundada em 2010, a Associação Profissional das Sociedades de Avaliação (ASAVAL) celebra esta sexta-feira, 5 de novembro, dez anos de vida. A entidade sem fins lucrativos representa as sociedades de avaliação e os peritos avaliadores com quem estas colaboram. Atualmente, as sociedades que integram a ASAVAL representam mais de 70% do mercado de avaliações realizadas para o setor financeiro. A associação assinala a efeméride realizando um congresso onde vai abordar o estado do setor, bem como as expetativas para a próxima década.

Presentes neste evento, que será conduzido através da plataforma Zoom devido à pandemia, estarão entre outros, o presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), Tiago dos Santos Matias e Nick French, professor de Real Estate Valuation no Reino Unido.

Em entrevista ao Jornal Económico (JE), o engenheiro Paulo Barros Trindade, presidente da ASAVAL, aborda as perspetivas para o futuro deste setor, bem como o impacto que a pandemia teve na atuação dos seus profissionais.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

NewsItem [
pubDate=2020-11-08 16:00:34.0
, url=https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/restricoes-da-pandemia-limitaram-atividade-afirma-asaval-660546
, host=jornaleconomico.sapo.pt
, wordCount=169
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_11_08_1721688616_-restricoes-da-pandemia-limitaram-atividade-afirma-asaval
, topics=[economia, je leitor, imobiliário]
, sections=[economia]
, score=0.000000]